Notícias

Ação educativa da Desenvolve transforma economia de produtores rurais

 

Eliete Amâncio

Mais do que uma breve noção de contas a receber e pagar, educação financeira é um processo que visa, com orientações, estimular a tomada das rédeas econômicas de qualquer ambiente. E o primeiro local onde isso deve ser aplicado é dentro de casa.

A ideia, em uma proposição do Governo do Estado através da Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve), é orientar, com dicas e exemplos práticos, alagoanos de todas as partes para gerenciar melhor suas finanças, dentro e fora de casa, do micro ao macro negócio.

A equipe da agência tem percorrido vários municípios de Alagoas, ministrando o curso Educação financeira para o sucesso pessoal e do negócio para centenas de jovens estudantes, produtores rurais, dirigentes de associações e cooperativas, além de pequenos comerciantes e empresários de médio porte.

Segundo Rafael Brito, presidente da Desenvolve, a fundamentação do curso vem da vontade do governador Renan Filho em transformar a vida dos alagoanos que empreendem buscando viver com mais dignidade.

“Fomentar é isso, é um grupo de ações que se entrelaçam para uma finalidade. Não estamos aqui, Estado e Desenvolve, apenas para liberar recursos, mas, principalmente, para fazer os alagoanos pensarem estratégias de economia de um modo geral, dentro de casa e do seu negócio”, argumentou Brito.

Para Rafael desconhecer finanças é um erro comum que se torna decisivo para o fracasso e o fechamento das portas de inúmeros negócios pelo Brasil afora. “Esse foi o ponto crucial para a idealização do curso, levar até essas pessoas os conceitos indispensáveis de finanças para tocar e manter em funcionalidade seus pequenos e médios negócios”, lembrou, completando que os mesmos conceitos estão sendo aplicados em casa por quem recebe as orientações.

São inúmeros os bons exemplos que estão surgindo com a aplicação do curso, como é o caso da presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais de Arapiraca (Cooperal), a agricultora Maria José Alves. Nascida e criada na roça, aos sete anos Maria José já trabalhava arduamente na produção de fumo, algodão e mandioca para ajudar os pais.

Após anos batalhando para conseguir o seu sustento no pequeno povoado Vila Bananeira, em Arapiraca, ela tornou-se parte essencial dos 23 anos de história da cooperativa que, atualmente, reúne 500 produtores rurais dos municípios de Junqueiro, Feira Grande, Craíbas e São Sebastião.

Há sete anos presidindo a Cooperal, Maria diz que a gestão financeira da entidade, no controle e saída da produção de raízes, frutas e hortaliças, melhorou substancialmente após as orientações repassadas pela Desenvolve através do curso de Educação Financeira.

“Vários produtores já me procuraram dizendo que estão conseguindo administrar melhor o que ganham com a produção e estão planejando pequenas reformas em casa ou a compra de produtos que antes não se encaixavam em seus orçamentos. Eu mesma já comecei a planejar a compra de um carro. Coloquei tudo em uma planilha e já estou me esforçando para colocar em prática e seguir à risca. Em breve estarei realizando um sonho”, comemorou a produtora.

Elson Moraes, criador de animais de pequeno porte em Pão de Açúcar, disse que através do curso aprendeu a controlar os gastos para no futuro não se endividar. “Alguns ensinamentos já consegui colocar em prática, outros estou aperfeiçoando. Em casa, até minha esposa se surpreendeu com as mudanças que estou fazendo nas contas para conseguirmos comprar algumas coisas que sonhava”, afirmou Elson.

Dados da Unidade Executora de Projetos, departamento da Desenvolve responsável por ministrar o curso, apontam que, até o momento, os municípios de Pão de Açúcar, União dos Palmares, Arapiraca e Maceió foram os primeiros a receber as aulas. Outras cidades já estão no cronograma para receberem o curso ainda este mês, entre elas, Maragogi, Atalaia, Campo Alegre, Murici, Junqueiro, Mar Vermelho, Santana do Ipanema e Teotônio Vilela, com previsão de atendimento a centenas de pessoas.

Segundo Carolyna Arruda, agente de fomento da Desenvolve, o curso tem ajudado a população a ter um posicionamento melhor diante de suas finanças e seus negócios, além de ter uma visão mais clara de onde se pode chegar e como gerenciar melhor seus recursos para o alcance dos objetivos.